Quem sou eu

Minha foto

André Rodrigues de Almeida (mais conhecido com André Rodrigues), nascido em 12/10/1982, na Cidade de Jaboatão dos Guararapes, no Estado de Pernambuco. É Teólogo formado pela - Escola de Teologia das Assembléias de Deus no Brasil - ESTEADEB. Foi aluno laureado no ano de 2010, e publicou o Trabalho de Conclusão de Curso pela Editora Nossa Livraria (Editora e Comércio de Livros Jurídicos Ltda), no Estado de Pernambuco no início do ano de 2011 com o Tema: O Tríplice Ofício de Cristo: Profeta, Sacerdote e Rei.

É escritor, articulista e criador de conteúdos em (Teologia em Alta, Benfica RelógiosSkinni Jeans e Leitura Saudável), além do grupo de compras e vendas (Rapidão Negociação) no Facebook. Escreve publicações voltadas para a teologia em: Teologia em Alta e no Leitura Saudável, dispõe de assuntos diversos, frases, pensamentos e comenta política cotidiana.


segunda-feira, 11 de maio de 2009

PRINCÍPIOS DE HERMENÊUTICA NA EPÍSTOLA DE PAULO À FILEMOM - Por André Rodrigues

PRINCÍPIOS DE HERMENÊUTICA NA EPÍSTOLA DE PAULO À FILEMOM

Autor: Paulo; Destinatário(s): Filemom; Personagens: Paulo, Filemom e Onésimo; Outros personagens citados: Timóteo, Áfia, Árquipo, à igreja (“que está em tua casa” v. 2), Epafras, Marcos, Aristarco, Demas e Lucas. Data aproximada: 60 d. C. durante a primeira prisão em Roma, na mesma época em que Éfesios e Colossenses foram escritas; Localização do autor: Roma; Localização do destinatário: Colossos; História: Paulo intercede em favor de Onésimo, um escravo fugitivo. A intercessão de Paulo por ele ilustra o que Cristo fez por nós. Assim como Paulo intercedeu por um escravo, Cristo intercede por nós, que fomos escravos do pecdado. Da mesma forma que Onésimo foi reconciliado com Filemom, nós somos reconciliados com Deus através de Cristo. Assim como Paulo se ofereceu para pagar as dívidas de um escravo, Cristo pagou nossa dívida de pecado. Como Onésimo devemos voltar para Deus, nosso mestre, e servi-lo. Cultura: Na cultura da época um senhor tinha o direito legal de matar um escravo fugitivo; Circunstâncias Imediatas: Recebê-lo como irmão em Cristo; Nível de compromisso com Deus: Filemom era crente (v. 7), e Onésimo havia se convertido (vv. 10,11) Motivo da escrita: Intercessão pelo escravo; Problemas: Não poderia ficar com ele (Onésimo), sem o parecer de seu senhor (Filemom); Divisões do livro: A estima de Paulo por Filemom (1 – 7) e O apelo de Paulo em favor de Onésimo (8 – 25); Palavras repetidas: ... ouvindo a tua caridade (v.5), ...da tua caridade (v.7) e ...por caridade (v.9); ...nosso companheiro (v.2), ...por companheiro (v.17) e ...meu companheiro (v.23); prisioneiro de Jesus Cristo...(v.1) e ...agora prisioneiro de Jesus Cristo (v.9); ...nas minhas prisões (v.10), ...nas prisões do evangelho (v.13) e ...companheiro de prisão (v.23); ...nosso cooperador (v.1) e ...meus cooperadores (v.24); Tema em destaque: Reconciliação; Preocupações do autor: Se o senhor iria tornar a receber o escravo; Propósito do autor: Convencer Filemom a perdoar Onésimo, seu escravo fugitivo e aceitá-lo como irmão na fé; Ensinamento: Mostrar-nos que o Cristianismo é democrático, onde senhores e escravos podem gozar de mútua união em Cristo; Conselho: (v.12) E tu torna a recebê-lo como ao meu coração;

Por André Rodrigues

Bibliografia: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD - 2004
Bíblia de estudo Pentecostal, CPAD - 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Jesus, deseja te salvar!

Jesus, deseja te salvar!
"Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chega a Deus". (Hb 7.24a).

Teologia em Alta

Teologia em Alta
"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça" (2Tm 3:16).